capturar

Bom dia, boa tarde, boa noite!

PUBLICIDADE

Vamos destrinchar cada uma das 5 fases? Se acomoda aí na poltrona, pega sua bebida favorita e vem com o tio que hoje vamos falar de Captura.

David Allen afirma que a mente humana foi feita para ter ideias e não para guardá-las.

Veja se você conhece alguns desses cenários:

a) Carlos teve um insight muito bacana que é uma solução para um problema intrincado no seu trabalho, só que Carlos teve essa ideia enquanto estava caminhando de manhã e aí quando chegou no trabalho já não se lembra mais do que era na verdade;

b) Virgínia participou de uma reunião e durante a mesma alguma tarefa foi designada a ela, mas ela não reconfirmou qual era a tarefa, pois era simples e achou que não ia esquecer. Só que se esqueceu…

c) Eduardo, um cara esperto, anota tudo o que precisa fazer em papeis soltos, mas aquela tarefa importante que seu chefe passou para ele que tinha uma informação crucial para o cálculo se perdeu e ele não sabe onde colocou e agora está sem graça de ir pedir essa informação novamente para o seu chefe, pois o que ele irá pensar do seu relapso?

É meu amigo, isso acontece só na casa do vizinho né?

Pois bem, sabe o que esses três cenários mostram? Uma grande falha no processo de captura. A informação, o insight, o compromisso estavam nas mãos dos nossos heróis, só que se perderam pelos dedos.

Mas como isso pode ser evitado?

Boa práticas da captura:

1-Mantenha uma ferramenta de captura sempre perto. Pode ser papel e caneta, aplicativos, só tenha certeza que quando a ideia vier, a anotação que precisar ser feita ou o compromisso  você possa “capturar” rapidamente;
2-Captura não é esclarecimento, então não se preocupe com isso nesse momento;
3-Outras ferramentas para te ajudar a capturar como um ninja são as caixas de entrada. É recomendável que você tenha apenas uma, maaaaas com toda a tecnologia disponível você vai fatalmente ter no mínimo três, duas físicas e uma digital. Tente manter assim. Sabe os papeis soltos que se perdem? Então, as caixas de entrada física existem para eles.

Aplicativos para captura:

Você pode usar diversas ferramentas, mas saiba que muitos aplicativos GTD friendly (aqueles que não foram desenhados para uso exclusivo com GTD) ou mesmo aqueles que são voltados exclusivamente para a metodologia GTD possuem ferramentas de captura.

a) Aplicativos diversos: qualquer aplicativo de notas de celular, independente de plataforma, seu cliente de email (tem gente que manda e-mail para si mesmo), a câmera do seu celular, o aplicativo que faz gravação de voz, etc.

b) Aplicativos GTD Friendly: Evernote, MyLifeOrganization, Todoist, Toodledo, Wunderlist (que virou To-Do pela Microsoft), Remember The Milk, e mais uma dezena deles….

c) Aplicativos planejados como sendo para o GTD: Omnifocus e Nirvana.

Cereja do bolo:

Se especialização traz aumento de produtividade, vou falar do aplicativo Braintoss. Ele está disponível para IOS e Android, custa relativamente pouco (U$ 1,99) e faz exatamente a primeira fase do GTD: captura. E faz isso de três formas diferentes: usando a câmera, texto digitado ou gravação por voz. Depois que você captura a ideia em algum desses três formatos, ao clicar em concluir ele envia essa mensagem diretamente para a caixa de e-mail que você previamente cadastrou nele.

Eu estou testando esse aplicativo e tem funcionado bem, cadastrei o mesmo e-mail que eu uso para envio de tarefas no Omnifocus e a grande vantagem dele? Velocidade. Abro o aplicativo, faço o registro, clico em ok e vapt a ideia está capturada e eu fico mais relaxado.

Um abraço focado

Fernando Sobrinho

One thought on “GTD – 5 Fases – 01.Capturar”

  1. Parabéns pelos textos, conheci agora e estou me identificando com algumas situações. Estou começando a adotar o GTD.

Não fique aí quietinho, se quiser dar um pitaco, esse espaço aqui é seu!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.