Beck Kane do blog www.blog.doist.com escreveu o artigo “Por que Gerenciamento do Tempo não vai resolver seus problemas de tempo e nove coisas que irão fazer isso” e hoje vou apresentar as três últimas reflexões desse tema para você. 

O foco é trazer a tradução dos conceitos que a autora apresenta, mas sem ser literal (até porque tem hora que fica muito doida a tradução rsrsrs) e uma vez ou outra vou colocar alguns dos meus insights ao longo do texto traduzido.

Vamos aos itens 7, 8 e 9 do artigo.

PUBLICIDADE

7-Doe o seu tempo

Estresse e negócios tem a capacidade de absorver nossos pensamentos e preocupações – e é difícil cuidar dos outros quando você mal mantem a cabeça para fora da água. Ao menos um estudo mostra que as pessoas que doam tempo na verdade acabam por sentir que elas tem mais dele e não menos. O professor de negócios de Wharton, Cassie Mogilner explica esse efeito contra intuitivo:

A explicação que apareceu em nossos resultados é que pessoas que doam um tempo sentem-se mais capazes, confiantes e úteis. Elas sentem que concluíram alguma coisa e da mesma forma elas conseguirão fazer acontecer mais no futuro. E essa sensação de eficácia as faz perceberem que seu tempo é mais expandido.

Cassie Mogilner

Ao invés de ficar ocioso no seu tempo livre, tente doá-lo para alguém, seja voluntário, ajude um colega de trabalho, faça um favor a um amigo.

8- Passe 15 minutos do lado de fora

Há alguma surpresa que o nosso crescente estresse está intimamente ligado ao crescimento de um estilo de vida sedentário e fechado? De acordo com uma pesquisa de uma Agência de Proteção do Ambiente, o americano médio passa 93% de seu tempo em ambientes fechados – 87% fechados em prédios e 6% do tempo fechados em veículos. Mesmo que as áreas externas se mostrem de várias formas como a que traz um único efeito relaxante em nossos sistemas nervosos.

Um estudo conduzido na Universidade Chiba no Japão descobriu que os sujeitos que passaram 15 minutos andando em locais arborizados mostraram quedas significativas na maioria dos sinais fisiológicos de estresse – uma queda de 16% no hormônio do estresse, o cortisol, uma queda de 2% na pressão sanguínea e uma queda de 4% na frequência cardíaca.

Quanto tempo você passa do lado de fora? Há meios para você incorporar pequenas quantidades de natureza na sua rotina diária? Acorde e faça uma caminhada de 15 minutos pela manhã. Estacione mais longe de onde é o seu escritório. Vá lá fora no seu horário de almoço. E talvez, apenas talvez, deixe o seu telefone para trás.

9-Abra espaço para um pouco de quietude e solidão

No mundo constantemente conectado de hoje, nós nunca temos tempo ou espaço para os nossos próprios pensamentos. Nós andamos por aí com um “buffet de tudo-que-você-pode-consumir de distrações” em nossos bolsos que opera em 24/7 (24 horas, 7 dias por semana).  O escritor viajante Pico Iyer sugere um antídoto que poucos de nós consideram: Não vá a nenhum lugar, não faça nada.

Em seu TED Talk entitulado A Arte da Quietude, Iyer descreve que “sentar-se ainda como uma forma de se apaixonar com o mundo e tudo nele”:

Eu penso que muitos de nós tem a sensação – Eu certamente a tenho – Que nós estamos a cerca de cinco centímetros (converti as polegadas do texto original rsrsrsrs) de uma tela gigante, e é barulhento, e lotado de gente e mudando a cada segundo e essa tela é a nossa vida. E apenas se dermos alguns passos para trás o suficiente e então mais alguns e nos segurarmos nessa posição ali nós começaremos a entender o que tem na tela e perceber o quadro maior…

Pico Iyer

Eu realmente não posso superar a eloquencia do Sr. Iyer, então vou parando por aqui.

No nosso próximo e último artigo vamos fazer um resumo comentado dessas nove táticas para poder resolver seus problemas de tempo.

Um abraço equilibradamente focado,

Fernando Sobrinho

Não fique aí quietinho, se quiser dar um pitaco, esse espaço aqui é seu!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.